Ano de escolaridade:
2.º ano
Disciplina/área curricular:
Matemática e Estudo do Meio
 
Domínio/Tema:
Estudo do Meio - Sociedade/Natureza/Tecnologia; Matemática - Geometria
Prova/Ano escolar:
Instrumento de Aferição Amostral Matemática e Estudo do Meio (26) | 2021
Palavras chave:
reciclagem; poliedros
 

Apresentação do Item (Clique aqui para aceder à prova em PDF):

 

Características do Item
Tipologia:
Item de seleção
Formato:
Completamento por seleção
Tipo de suportes:
Imagem e tabela
Nível de complexidade cognitiva*:
Nível 1 (inferior) – Conhecer; identificar
 
Dados estatísticos
        Percentagem de acerto:
Não se aplica
        Grau de dificuldade*:
 
Não se aplica
 
Objetivos do item: o que se pretende avaliar e sua relação com as AE e o PA

Distinguir poliedros de não poliedros e associar materiais aos contentores de reciclagem de acordo com a sua cor.

Aprendizagens Essenciais de Matemática (2.º ano): Identificar e comparar sólidos geométricos, reconhecendo semelhanças e diferenças.

Aprendizagens Essenciais de Estudo do Meio (1.º ano): Manifestar atitudes positivas conducentes à preservação do ambiente próximo sendo capaz de apresentar propostas de intervenção, nomeadamente comportamentos que visem os três “R”.

Áreas de competências do Perfil dos Alunos: Bem-estar, saúde e ambiente; Pensamento crítico e pensamento criativo

As competências associadas a Bem-estar, saúde e ambiente implicam que os alunos sejam capazes de:

  • adotar comportamentos que promovem a saúde e o bem-estar, designadamente nos hábitos quotidianos (…) e nas suas relações com o ambiente e a sociedade;
  • compreender os equilíbrios e as fragilidades do mundo natural na adoção de comportamentos que respondam aos grandes desafios globais do ambiente;
  • manifestar consciência e responsabilidade ambiental e social, trabalhando colaborativamente para o bem comum, com vista à construção de um futuro sustentável.

As competências associadas a Pensamento crítico e pensamento criativo implicam que os alunos sejam capazes de:

• pensar de modo abrangente e em profundidade, de forma lógica, observando, analisando informação (…), argumentando com recurso a critérios implícitos ou explícitos, com vista à tomada de posição fundamentada;

• convocar diferentes conhecimentos, de matriz científica e humanística, utilizando diferentes metodologias e ferramentas para pensarem criticamente.

 
Critérios de classificação (Clique aqui para aceder aos critérios de classificação em PDF):

Os critérios de classificação apresentam-se por níveis de desempenho, em que cada nível descreve o grau de qualidade do desempenho do aluno por referência à melhor resposta esperada. A cada nível de desempenho corresponde um código, que não é convertível em pontos, mas identifica o referido grau de qualidade da resposta. Há 2 códigos (11 e 12) que identificam desempenhos diferentes mas equivalentes.

 
Exemplos de didáticas e situações de aprendizagem a que os alunos poderiam ser sujeitos para responder corretamente ao item:

Realizar atividades que promovam a educação ambiental e que tenham como tema central a separação de resíduos e a reciclagem, como, por exemplo, construir, na sala de aula, um ecoponto com os diversos contentores, usando caixas.

Efetuar uma recolha de objetos para reciclagem e estabelecer conexões Matemáticas com a organização e tratamento de dados ou a geometria, por exemplo, relacionando esses objetos com a forma dos sólidos geométricos. Colocar cada objeto no respetivo contentor e efetuar um registo numa tabela de dupla entrada, construída para o efeito e afixada na sala de aula.


* Complexidade não é sinónimo de Dificuldade.
A complexidade tem a ver com o processo cognitivo que é requerido para a realização da tarefa ou do item de avaliação. É definida antes e durante o processo de construção da tarefa ou do item.
A dificuldade pode e deve ser estimada, mas só é possível determinar com exatidão depois da aplicação do instrumento/tarefa, através dos resultados obtidos.