Ano de escolaridade:
11.º ano
Disciplina/área curricular:
Biologia e Geologia
 
Domínio/Tema:

Geologia e métodos / Sedimentação e rochas sedimentares

Prova/Ano escolar:
Exame Final Nacional de Biologia e Geologia (702) - 1.ª fase de 2020
Palavras chave:
história geológica
 

Apresentação do Item (Clique aqui para aceder à prova em PDF):

 

Características do Item
Tipologia:
Item de seleção
Formato:
Ordenação
Tipo de suportes:
Texto e figuras
Nível de complexidade cognitiva:
Nível 3 (superior) – analisar; interpretar
 
Dados estatísticos
        Percentagem de acerto:
56%
        Grau de dificuldade:
 
Médio
 
Objetivos do item: o que se pretende avaliar e sua relação com as AE e o PA

Objetivo do item:

  • Ordenar acontecimentos relacionados com a evolução da Península de Setúbal.

Aprendizagens Essenciais:

  • Interpretar evidências de mobilismo geológico com base na teoria da tectónica de placas(placa litosférica, limites divergentes, convergentes e transformantes/conservativos, rift e zona de subdução, dorsais e fossas oceânicas).
  • Explicar o ciclo litológico com base nos processos de génese e características dos vários tipos de rochas, selecionando exemplos que possam ser observados em amostras de mão no laboratório e/ou no campo.
  • Explicar características litológicas e texturais de rochas sedimentares com base nas suas condições de génese.

Áreas de Competência do Perfil do Aluno:

Saber científico, técnico e tecnológico
 
Critérios de classificação (Clique aqui para aceder aos critérios de classificação em PDF):

As respostas ao item são classificadas de forma dicotómica, ou seja, a pontuação só é atribuída à sequência correta das opções, sendo todas as outras respostas classificadas com zero pontos.

 
Exemplos de didáticas e situações de aprendizagem a que os alunos poderiam ser sujeitos para responder corretamente ao item:

Exploração de situações de evolução geológica (a partir de textos, imagens, locais, …), promovendo atividades que impliquem identificar elementos/fenómenos /etapas relevantes, bem como a capacidade de síntese e de organização da informação.

Por exemplo, a partir de um ou vários textos onde se descreve a evolução geológica de uma região, solicitar ao aluno que sublinhe as etapas que considera fundamentais para descrever/caracterizar essa evolução, sintetizando cada uma das etapas numa frase curta para reconstruir a sequência adequada dos acontecimentos.


* Complexidade não é sinónimo de Dificuldade.
A complexidade tem a ver com o processo cognitivo que é requerido para a realização da tarefa ou do item de avaliação. É definida antes e durante o processo de construção da tarefa ou do item.
A dificuldade pode e deve ser estimada, mas só é possível determinar com exatidão depois da aplicação do instrumento/tarefa, através dos resultados obtidos.