Ano de escolaridade:
11.º ano
Disciplina/área curricular:
Economia
 
Domínio/Tema:

Necessidades e consumo: coeficiente orçamental; Rendimentos e distribuição dos rendimentos: rendimento disponível das famílias

Prova/Ano escolar:
Exame Final Nacional de Economia A (712) – 1.ª Fase de 2020
Palavras-chave:
peso de uma variável; rendimento disponível dos particulares; coeficiente orçamental
 

Apresentação do Item (Clique aqui para aceder à prova em PDF):

2. Considere que, em 2019, num determinado país, o valor da poupança média das famílias foi 2800 euros e que a poupança, em percentagem do rendimento disponível médio das famílias, correspondia a 8%. Nesse ano, o coeficiente orçamental da despesa em consumo alimentar foi 15%.

 

Calcule, com base nos dados fornecidos, o valor da despesa média em consumo alimentar das famílias, neste país, em 2019.

 

Na sua resposta, apresente as fórmulas usadas e os cálculos efetuados.

 

Características do Item
Tipologia:
Item de construção
Formato:
Resposta restrita
Tipo de suportes:
Não se aplica
Nível de complexidade cognitiva:
Nível 2 (médio) - Mobilização / aplicação de conhecimentos
 
Dados estatísticos
        Percentagem de acerto:
46,9%
        Grau de dificuldade:
 
Médio
 
Objetivos do item: o que se pretende avaliar e sua relação com as AE e o PA

Calcular o valor das despesas em consumo alimentar das famílias.

Aprendizagens Essenciais (10.º ano p.6, p. 11 e p.12) - Utilizar o peso de uma variável; Caraterizar a utilização dos rendimentos (consumo e poupança); Calcular o valor do RDP.

 

Áreas de Competência do Perfil do Aluno:  

-  Linguagem e textos - «As competências associadas a Linguagens e textos implicam que os alunos sejam capazes de dominar capacidades nucleares de compreensão e de expressão nas modalidades (…), escrita, (…)»;

- Raciocínio e resolução de problemas - As competências associadas a Raciocínio e resolução de problemas implicam que os alunos sejam capazes de:

  • interpretar informação (…);
  • tomar decisões para resolver problemas;
  • desenvolver processos conducentes à construção de produtos e de conhecimento, usando recursos diversificados».

 

Critérios de classificação (Clique aqui para aceder aos critérios de classificação em PDF):

Os critérios de classificação encontram-se organizados por etapas. A classificação resulta da soma das pontuações atribuídas às etapas apresentadas e da aplicação dos critérios de desvalorização definidos para situações específicas. A classificação tem em conta a apresentação das fórmulas utilizadas, dos cálculos efetuados, dos resultados e da unidade de medida. A classificação das respostas a este item está sujeita a desvalorizações devido, por exemplo, à ocorrência de erros de cálculo ou de transcrição (aspetos referidos nas notas dos itens de cálculos).

 

Este item pode ser resolvido por, pelo menos, dois processos.

 

1.º Processo

 

Etapa 1: Cálculo do rendimento disponível médio das famílias ………………………………….............. 5 pontos

Fórmula: Rendimento disponível das famílias = Total da despesa em consumo (ou Consumo) +

+ Poupança ………………………………………………………………………………………….................................... 2 pontos

Processo de cálculo: Rendimento disponível médio das famílias = ((92 × Rendimento

disponível médio das famílias) / 100) + 2800 (ou equivalente) ............................................ 1 ponto

Resultado: Rendimento disponível médio das famílias = 35 000 ......................................... 2 pontos

 

Etapa 2: Cálculo do valor da despesa média em consumo alimentar das famílias .................. 5 pontos

Fórmula: Coeficiente orçamental da despesa em consumo alimentar = (Despesa em consumo

 alimentar / Total da despesa em consumo) × 100 ........................................................... 2 pontos

Processo de cálculo: 15 = (Despesa média em consumo alimentar / (35 000 - 2800)) ×

× 100 (ou equivalente) .................................................................................................. 1 ponto

Resultado final: Despesa média em consumo alimentar = 4830 euros ………………………………….. 2 pontos

 

2.º Processo

 

Etapa 1: Cálculo do rendimento disponível médio das famílias ............................................ 5 pontos

Fórmula: Rendimento disponível das famílias = Total da despesa em consumo (ou Consumo) +

+ Poupança .................................................................................................................................. 2 pontos

Processo de cálculo: 100 = 92 + (2800 / Rendimento disponível médio das famílias) ×

×100 (ou equivalente) ................................................................................................................................... 1 ponto

Resultado: Rendimento disponível médio das famílias = 35 000 …………….……………..………......... 2 pontos

 

Etapa 2: Cálculo do valor da despesa média em consumo alimentar das famílias ...................5 pontos

Fórmula: Coeficiente orçamental da despesa em consumo alimentar = (Despesa em consumo

alimentar / Total da despesa em consumo) × 100 ............................................................ 2 pontos

Processo de cálculo: 15 = (Despesa média em consumo alimentar / (35 000 - 2800)) ×

× 100 (ou equivalente) .................................................................................................. 1 ponto

Resultado final: Despesa média em consumo alimentar = 4830 euros ……………………………....….. 2 pontos

  

 
Exemplos de didáticas e situações de aprendizagem a que os alunos poderiam ser sujeitos para responder corretamente ao item:
 

A sequência que se apresenta procura ilustrar um percurso possível de utilização da informação contida de forma explícita no enunciado do item. Para realizar esta atividade pressupõe-se que os alunos conheçam o objeto de estudo da economia, nomeadamente, os conceitos peso de variáveis e coeficiente orçamental da despesa alimentar.

Exemplo de atividade

A. Pré-requisitos

  • Calcular o peso de uma variável.
  • Definir coeficiente orçamental.
  • Definir o conceito de rendimento disponível das famílias

B. Linguagem e textos

  • Ler o texto.
  • Sublinhar os aspetos principais.
  • Associar os aspetos sublinhados aos pré-requisitos: peso de uma variável, coeficiente orçamental e rendimento disponível das famílias.

C. Raciocínio e resolução de problemas

  • Problematizar a situação apresentada.
  • Realizar os cálculos, de forma obter o resultado solicitado.
  • Aplicar as fórmulas que traduzem os conceitos económicos.
  • Apresentar o resultado, identificando a unidade de medida.

 

Baseado em:

    Aprendizagens Essenciais – 10.º e 11.º anos - Economia A

    Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória

 

 


* Complexidade não é sinónimo de Dificuldade.
A complexidade tem a ver com o processo cognitivo que é requerido para a realização da tarefa ou do item de avaliação. É definida antes e durante o processo de construção da tarefa ou do item.
A dificuldade pode e deve ser estimada, mas só é possível determinar com exatidão depois da aplicação do instrumento/tarefa, através dos resultados obtidos.