Ano de escolaridade:
12.º ano
Disciplina/área curricular:
Português Língua Não Materna - nível B1
 
Domínio/Tema:

Leitura

Prova/Ano escolar:
Exame Final Nacional de Português Língua Não Materna (839) - 1.ª fase de 2019
Palavras chave:
leitura; interpretação; sentido crítico
 

Apresentação do Item (Clique aqui para aceder à prova em PDF):

 

Características do Item
Tipologia:
Item de construção
Formato:
Resposta restrita
Tipo de suportes:
Texto escrito
Nível de complexidade cognitiva:
Nível 3 (superior) – provar/demonstrar; extrapolar
 
Dados estatísticos
        Percentagem de acerto:
45,9%
        Grau de dificuldade:
 
Médio
 
Objetivos do item: o que se pretende avaliar e sua relação com as AE e o PA

Objetivo do item: Interagir com o universo textual a partir da vivência pessoal do leitor.

Aprendizagens Essenciais (PLNM | nível B1 – p. 5): Leitura – Interpretar […] textos e fragmentos de textos literários de dimensão e vocabulário acessíveis.

Áreas de Competência do Perfil do Aluno:

A - Linguagens e textos - As competências associadas a Linguagens e textos implicam que os alunos sejam capazes de dominar capacidades nucleares de compreensão […] nas modalidades oral, escrita, visual e multimodal.

B - Informação e comunicação – As competências associadas a Informação e comunicação implicam que os alunos sejam capazes de transformar a informação em conhecimento..

 
Critérios de classificação (Clique aqui para aceder aos critérios de classificação em PDF):

Os critérios de classificação apresentam-se por níveis de desempenho. Cada nível descreve o grau de qualidade do desempenho do aluno por referência à melhor resposta esperada. Os critérios indicam também as situações em que determinados aspetos específicos podem, ou não, ser contabilizados, tendo em consideração o desempenho esperado.

 
Exemplos de didáticas e situações de aprendizagem a que os alunos poderiam ser sujeitos para responder corretamente ao item:

A seguinte sequência apresenta-se como um exemplo de atividade de compreensão leitora, permitindo que os alunos, ao questionarem o texto, identifiquem as principais linhas temáticas e reconstruam o significado do mesmo, baseando-se na sua experiência pessoal e no conhecimento do mundo.

Exemplo de sequência de atividade

 

O texto, eu e o mundo

  • Propor aos alunos que elaborem algumas perguntas sobre um texto previamente lido. Conforme a modalidade de trabalho que se pretenda aplicar, esta tarefa pode ser realizada a pares ou individualmente.
  • Orientar a construção das perguntas, sugerindo aos alunos algumas fórmulas iniciais (Ex.: Por que motivo …? Como…? O que aconteceria se…? O que pensa sobre...? Como se sentiria se…? Qual foi a razão para...? O que acha que a personagem estava a pensar quando…?).
  • Promover a apresentação das perguntas elaboradas pelos alunos.
  • Coletivamente, eleger um conjunto de perguntas que possam ser integradas num questionário sobre o texto.
  • Solicitar aos alunos que respondam a esse questionário.
  • Avaliar o desempenho dos alunos com recurso a rubricas de avaliação previamente construídas (auto e heteroavaliação).

  

Possibilidade de trabalho colaborativo com a Biblioteca Escolar

 

Esta atividade também pode ser realizada em articulação com a Biblioteca Escolar. Nesta variante, o professor da disciplina e o professor bibliotecário selecionarão previamente os textos a abordar e definirão uma estratégia para distribuir os vários livros selecionados pelos diversos alunos da turma. Por exemplo, cada aluno tem um marcador de livro e deve encontrar na biblioteca o livro que possui o marcador correspondente, onde estão indicadas as páginas que deve ler. Solicitar-se-á ao aluno que construa algumas perguntas sobre o texto lido e elabore as respetivas respostas.


* Complexidade não é sinónimo de Dificuldade.
A complexidade tem a ver com o processo cognitivo que é requerido para a realização da tarefa ou do item de avaliação. É definida antes e durante o processo de construção da tarefa ou do item.
A dificuldade pode e deve ser estimada, mas só é possível determinar com exatidão depois da aplicação do instrumento/tarefa, através dos resultados obtidos.